REJUVENESCIMENTO ÍNTIMO

(Procedimento não cirúrgico)

Entenda como é:

O rejuvenescimento íntimo é a nova febre entre as mulheres, principalmente aqui no Brasil. No geral, são procedimentos que estimulam a produção de colágeno, renovam os tecidos, clareiam a pele ou combatem a flacidez dos lábios.

Como é o procedimento?

O procedimento é feito à laser, em especial, estimula a produção de colágeno e a renovação de tecidos da mucosa vaginal. O tratamento restaura a estrutura e a firmeza da área, aliviando a maioria dos sintomas relacionados à atrofia vaginal, como pouca lubrificação vaginal, ressecamento, prurido vulvar, dor no decorrer do sexo e incontinência urinária.

No geral, o rejuvenescimento íntimo é indicado para as mulheres que notam perda de urina com pequenos ou grandes esforços, comum após a menopausa. Mas para as que querem clarear a região, corrigir a flacidez ou aumentar a sensibilidade e a lubrificação durante as relações, o tratamento também é recomendado.

Para realizar o procedimento, limpa-se o local e é aplicado um anestésico tópico. Em seguida, o laser é aplicado na região externa para que ocorra o clareamento, a melhora da flacidez e a correção de lesões dermatológicas. Na região interna, com um aplicador específico, o laser aquece o local, levando ao estímulo de colágeno, aumento da lubrificação e melhora de sintomas como ressecamento e perda urinária.

Como o procedimento não é invasivo, ele não dói!

Qualquer mulher pode realizar o rejuvenescimento íntimo, desde que seus exames estejam em dia e sem anormalidades. Como exceções, estão as mulheres com doenças ginecológicas não tratadas, como corrimento, HPV e lesões ectópicas.

Recomendações:

São recomendadas de três a cinco sessões com intervalos mensais, além de uma anual para manutenção. No dia seguinte já pode voltar a praticar atividades físicas. As relações sexuais devem aguardar mais uma semana após o procedimento.

VOLTAR

© 2019 by Dr. Danilo Dias l  Cirurgia Plástica