Rejuvenescimento Facial - A Cirurgia

A face é composta por camadas de pele, músculo e gordura. Com o tempo, a idade e fatores ambientais - como danos provocados pelo sol - fazem com que a rede de sustentação da pele, constituída por colágeno e elastina, na derme, se rompa. Semelhantes a um elástico que foi esticado, os tecidos do rosto enfraquecem, perdendo a elasticidade e a capacidade de se manterem firmes e vigorosos. Em consequência, a pele perde sua estrutura e elasticidade e se torna frouxa.

Além disso, os músculos faciais enfraquecem e se distendem, e os depósitos de gordura, que normalmente dão à face um aspecto arredondado e suave, descem e diminuem, criando áreas fundas. Essas mudanças, juntas, criam rugas profundas, papadas e flacidez da pele na parte baixa do rosto. Em consequência, linhas e rugas na região da sobrancelha se tornam mais aparentes.

Lifting frontal

Esse tipo de lifting é feito apenas na parte superior da face, englobando a testa e as sobrancelhas. Existem duas técnicas que podem ser utilizadas neste tipo de operação.

A técnica fechada consiste em uma pequena incisão no couro cabeludo. Através dela, consegue-se tratar a musculatura da testa, elevar a ponta nasal, elevar as sobrancelhas e corrigir sulcos e rugas da testa. Pode ser feito individualmente, mas é geralmente associado com o preenchimento, que corrige sulcos e age como elemento de sustentação.

A técnica aberta é indicada nas situações de testa curta e consiste em um corte no couro cabeludo, tratando a região esperada e, também, aumentando o tamanho da testa.

Lifting frontal aberto

Esta técnica envolve a realização de incisões de orelha a orelha em torno da região coronal da cabeça. O procedimento envolve, em geral, a remoção do excesso de pele solta, bem como a interrupção da atividade e função muscular.

Um lifting frontal aberto pode durar cerca de uma a três horas, dependendo da extensão do tratamento, e pode ser realizado com anestesia local com sedação ou geral. A incisão do procedimento se estende de orelha a orelha, sobre a região coronal da cabeça, que se encontra cerca de seis a oito centímetros atrás da linha de frente (“hairline”) natural. A cicatriz resultante fica escondida pelos cabelos.

Lifting frontal fechado

Esta técnica envolve a realização de diversas pequenas incisões na linha de frente (“hairline”) ao redor do perímetro da testa. São utilizados instrumentos cirúrgicos muito pequenos para levantar os tecidos faciais da sobrancelha e interromper a atividade e função muscular. Além disso, a sobrancelha pode ser levantada para uma posição mais elevada a fim de rejuvenescer ainda mais a face superior. O procedimento pode durar cerca de uma a três horas, dependendo da extensão do tratamento, e pode ser feito com o auxílio de anestesia local com sedação ou geral. As incisões utilizadas durante um lifting endoscópico são muito pequenas. Em geral, são realizadas cerca de três a cinco incisões, que se localizam nas regiões do couro cabeludo e da têmpora. As cicatrizes resultantes ficarão escondidas na linha de frente (“hairline”).

Lifting Inferior

Este tipo de lifting rejuvenesce a parte baixa do rosto, alcançando a parte inferior da mandíbula e o pescoço. Este procedimento tem como objetivo elevar os tecidos da face, esticando a pele do rosto e dando um ar mais jovial. É importante lembrar que este tipo de cirurgia não corrige as marcas do envelhecimento na testa ou ao redor dos olhos, nem trata as linhas finas ou as irregularidades de forma e textura da pele. Existem outras técnicas possíveis para tratar estas regiões.

A duração de um lifting facial inferior é de aproximadamente três horas, dependendo da extensão do tratamento e pode ser realizada com anestesia geral ou anestesia local com sedação. Normalmente é feita uma única incisão por dentro da linha do cabelo, que se estende para baixo ao redor do perímetro da orelha e segue novamente para a linha do cabelo atrás da cabeça. As cicatrizes são facilmente escondidas sob a linha do cabelo.

Minilifting

O minilifting rejuvenesce a região central do rosto, tratando apenas o terço médio da face e o reposicionamento do pavilhão auricular (orelhas). Com o passar do tempo, as maçãs do rosto também diminuem com a idade e, com esta cirurgia, elas podem ser reposicionadas e acentuadas. As rugas em torno da boca, o lábio superior e os sulcos naso-genianos também podem ser tratados simultaneamente.

A duração de um minilifting é de aproximadamente uma hora e meia, dependendo da extensão do tratamento e pode ser realizada com anestesia geral ou local com sedação. As incisões são feitas logo acima da linha do cabelo e são pequenas – o suficiente apenas para o acesso do endoscópio.

Pós-Operatório

Os pontos e suturas aplicados durante o procedimento são retirados no período de quatro a sete dias. Se um dreno cirúrgico foi utilizado, ele deve ser removido em um dia.

No pós-operatório dos procedimentos listados pode existir a presença de dor, edema e hematomas, em especial na região do tratamento. Será receitada medicação para os casos de dor e são indicadas compressas frias para aliviar edema e hematomas. Além disso, recomenda-se a manutenção da cabeça elevada durante o período de recuperação, o que também auxilia a diminuição dos sintomas.

Embora exista a sensação de estar bem para retornar ao trabalho em uma semana, o edema e os hematomas podem levar algumas semanas para desaparecer completamente. É importante evitar atividades exaustivas, como levantar peso ou exercícios físicos por, pelo menos, duas a três semanas após o procedimento, a fim de dar ao corpo tempo suficiente para a recuperação completa.

 

Os resultados são imediatamente perceptíveis, mas se tornam mais evidentes em duas a três semanas, conforme o desaparecimento dos hematomas e edema. Porém, vale lembrar que, já que existem diferentes velocidades de recuperação, o tempo do resultado final varia de paciente para paciente. As cicatrizes, apesar de permanentes, ficam ocultas em regiões estratégicas do rosto.

É importante entender que o lifting não irá deter o processo de envelhecimento. Entretanto, ele pode reduzir significativamente a aparência de linhas e rugas, bem como a sobrancelha caída, revitalizando a parte superior da face para os próximos anos.

PERGUNTAS FREQUENTES

1) Quantos anos vou rejuvenescer com o Lifting facial?
O objetivo desta cirurgia plástica é dar ao paciente um aspecto mais jovem, melhorar sua aparência. O envelhecimento é inevitável e o que a cirurgia faz é corrigir alguns defeitos relacionados a ele.

2) O Lifting deixa cicatrizes?
Toda cirurgia plástica deixa cicatrizes. Mas o cirurgião estuda as proporções de seu rosto e as possibilidades do procedimento para escondê-las da melhor forma possível. Além disso, os recursos cosméticos e penteados podem ajudar a torná-las menos perceptíveis ainda.

3) Os resultados do Lifting são definitivos?
Sim. A cirurgia retarda os processos evolutivos naturais do organismo e sua aparência terá um aspecto mais jovem.

4) Há complicações nessa cirurgia?
Se forem seguidas todas as orientações do médico antes e depois da cirurgia, assim como um acompanhamento sério por parte da equipe, não há grandes riscos. Podem ocorrer imprevistos em relação às cicatrizes, hematomas infecções, entre outros, mas tenta-se prever esses tipos de problemas com a análise clínica pregressa do paciente e de sua família.

 

5) Sou obrigado a fotografar o “antes e depois”?
Sim, as fotografias são essenciais para a análise do resultado obtido pelo lifting. Somente com elas é possível fazer a comparação entre o pré e pós-cirúrgico.

 

6) Que tipo de anestesia é utilizado para a realização do Lifting?
Podem ser utilizadas tanto a geral quanto a local com sedação.

 

7) Quanto tempo leva a cirurgia?
Dependendo da área a ser tratada pode levar de 2 a 4 horas.

8) Preciso ser internado?
Quando for utilizada a anestesia geral, o paciente precisará permanecer na clínica por 24 horas. Mas nos casos de anestesia local, somente 12 horas serão necessárias.

 

9) Precisarei trocar de curativos?
Sim. O primeiro curativo é retirado no dia seguinte, que é o tipo capacete. Depois desse período serão utilizados curativos pequenos que deverão ser trocados quantas vezes o paciente sentir necessidade.

 

10) Precisarei fazer compressas no pós-operatório?
Sim, só nos olhos. As compressas nos olhos são muito importantes para que o edema diminua mais rapidamente. Elas devem ser de

algodão embebido em água fria.

 

11) Sentirei muitas dores nos primeiros dias?
Normalmente não. Mas se o paciente sentir muito desconforto deve tomar analgésicos.

 

12) Quando precisarei voltar ao consultório para a retirada dos pontos?
3 dias após o procedimento cirúrgico para uma avaliação.

 

13) Quando poderei utilizar maquiagem novamente?
O tempo para o uso de maquiagem varia de paciente para paciente, o médico deverá orientá-lo.

 

14) Quando posso lavar os cabelos?
No dia seguinte. Não há restrições quanto ao banho, somente recomenda-se a utilização de sabonete neutro.

 

15) É necessário cortar o cabelo para fazer o Lifting?
Não. Em alguns casos o cabelo ajuda a esconder as cicatrizes.

VOLTAR

© 2019 by Dr. Danilo Dias l  Cirurgia Plástica